Google+ Bodybuilding: Porque se deve tomar Creatina

Newsletter - Acompanhe as novidades por email:

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Porque se deve tomar Creatina

   Com tanta oferta de suplementos disponíveis no mercado, a tendência é haver algum receio e muitas dúvidas em relação a tomar algo. Em regra, existem dois suplementos que se destacam e que são, naturalmente, mais procurados: um é a proteína, o outro é a creatina. 

   Primeiro deve ter em conta o que cada suplemento pode trazer em termos de benefícios e depois deve seleccioná-los até ter um bom conjunto de produtos para juntar ao seu programa de treinos e plano de dieta.

4 razões pelas quais deve considerar juntar creatina ao seu plano de suplementação:

1. Aumenta a intensidade do treino.

   Um dos benefícios prende-se com o facto da creatina ajudar a dar mais intensidade ao exercício, ou seja, vai dar a força extra para ser capaz de executar mais repetições ou mais séries de exercícios, algo que não seria tão fácil de alcançar sem o reforço de creatina. Como consequência do aumento da intensidade é natural que possa alargar a possibilidade de construir mais massa muscular de forma rápida e eficaz. Pode parecer estranho, mas a verdade é que em alguns casos o tamanho importa, pois para muitos indivíduos, o fortalecimento e a construção de músculos maiores são as principais razões pelas quais frequentam o ginásio. O consumo de proteína é fundamental, mas de acordo com os pesquisadores da Washington State University, a creatina também pode fazer a diferença. Um estudo determinou que os participantes que tomaram creatina conseguiram obter um maior ganho de massa muscular, devido a um aumento significativo das células satélites, importantes para a regeneração e manutenção geral do músculo esquelético. Esta é a grande razão pela qual os fisiculturistas são a favor da creatina.

2. Aumenta a predisposição para treinar com mais frequência.

   A frequência com que treinas durante a semana é importante para que o músculo esteja constantemente a ser estimulado e com isso seja capaz de crescer mais rápido. Visto que a creatina ajuda a acelerar a recuperação das células musculares, então significa que o tempo de descanso não necessita de ser tão alargado entre cada treino. Se, normalmente, levas alguns dias para recuperar entre os treinos, ao suplementares com creatina vais ser capaz de encurtar o espaço de tempo que ficas sem treinar para, por exemplo, um dia de intervalo de descanso. Com o tempo verás que estás a treinar muito mais e isso vai fazer diferença nos resultados, mês após mês.

3. Melhora o desempenho atlético.

   Uma contracção muscular melhorada traduz-se numa melhoria a nível de desempenho desportivo. Se pratica um desporto que requer várias pausas (exercício de curta duração e alta intensidade), então a creatina ser-lhe-á muito útil. Ao assegurar-se de que o corpo tem creatina fosfato armazenada em quantidades suficientes irá prevenir a fraqueza que poderá decorrer depois de fazer alguns sprints, por exemplo. Recorrendo a outro exemplo: No caso de um atleta que pratique hóquei, ao tomar creatina irá aumentar não só a probabilidade de conseguir dar tacadas mais fortes, mas também de aumentar o número total de tacadas durante o jogo.

4. Acelera o metabolismo.

   Optar por um suplemento de creatina em fase de perda de gordura pode ser controverso. Se por um lado este suplemento provoca um natural aumento de peso, uma vez que o organismo vai estar a reter mais líquidos, também pode funcionar como fonte de combustível, uma vez que irá ajudar a aumentar o desempenho durante os exercícios de cardio e a queimar mais calorias. Para além disso, uma dieta para perder massa gorda, normalmente, exige uma redução na ingestão de hidratos de carbono o que, por vezes, resulta no facto do seu organismo ter de lidar com níveis mais baixos de energia ao longo do dia, tornando-se mais difícil de obter os resultados pretendidos durante as sessões de treino. A creatina pode ajudar a “disfarçar” a sensação de fadiga natural durante o processo de perda de gordura.

   Se o seu objectivo passa, essencialmente, por fortalecer a musculatura e aumentar a performance desportiva, então deve ponderar o uso de creatina.

Sem comentários:

Enviar um comentário